Pesquisa personalizada

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Quase Famosos (Almost Famous)

Fazia tempos que não via um filme na linha "Sexo, Drogas e Rock'n Roll" que fosse tão original quanto "Quase Famosos" que é dirigido por Cameron Crowe de "Tudo Acontece em Elizabeth Town", isso porque o filme vai direto ao coração de todas as partes envolvidas no mundo do rock dos anos 70, ou seja, os fãs, a música e a própria banda. Todo esse turbilhão de elementos passa pelos olhos de William Miller (Michael Angarano - criança e Patrick Fugit - adolescente), um garoto precoce que acha que tem uns dois ou três anos à mais do que tem - culpa de sua mãe superprotetora(Frances McDormand) - que após receber de sua irmã (que saiu de casa por causa da mãe) uma coleção de discos de várias bandas como Led Zeppelin, The Who, David Bowie, The Doors e muitas outras, começa a escrever críticas de rock para a revista Creem que é editada por Lester Bangs (Philip Seymour Hoffman). Logo seus textos param nas mãos de editores da revista Rolling Stone e é aí que sua missão começa, pois agora ele tem que cobrir a turnê da banda Stillwater liderada por Russel Hammond (Billy Crudup), e é nessa missão que ele conhece a mágica e misteriosa Penny Lane (Kate Hudson) que torna-se sua amiga e companheira nesse maravilhoso e perigoso mundo dos bastidores das estrelas do rock. William agora tem muita coisa em sua mente pois ele deve ser um jornalista e não um fã, ele está a trabalho e não diversão e ,de acordo com Lester, ele não deve ser amigo das estrelas do rock mas sim alguém sincero e impiedoso. Vale a pena assistir porque é um filme light e trabalha um clima legal sobre amizade e as coisas que realmente valem a pena na vida(esse vai pro Top 100).
E me parece que o filme é meio autobiográfico em relação ao diretor, pois assim como William ele também era jornalista de rock em 72 e em 73 já integrava a revista Rolling Stone onde, mais tarde, se tornou diretor associado.

Sorry, sem legendas dessa vez. XD

video

2 comentários:

Anônimo disse...

O filme tem sim um apelo biográfico do diretor, misturando várias histórias numa só. Esse é prá mim um dos top 10, em termos de filmes de rock.
flw

sandoval

Sérgio Miranda disse...

Esse é top 10 em qualquer lista. Não só pra quem gosta de rock, mas também pra quem sonha...Cameron Crowe é um cara de sorte!

Postar um comentário